Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Da reciprocidade

Sábado, 25.05.24

Refugia-te em ti próprio quanto puderes; dá-te com aqueles que te possam tornar melhor, convive com aqueles que tu possas tornar melhores. Há que usar de reciprocidade: enquanto se ensina aprende-se também. No entanto não percas o teu tempo com gente que não possa entender-te. E se perguntas "em proveito de quem estudei eu?". Não tenhas receio: se tiveres estudado em teu proveito, não terás perdido tempo.

E se te preocupares com o não entendimento daqueles que te lêem, deixo-te este pensamento de Demócrito:

"Para mim basta-me que sejam poucos, basta-me que haja um só leitor, basta-me que não haja nenhum".

E este de Epicuro:

"Eu não escrevi isto para muitos, mas sim para ti (para quem me entende); contemplar-nos um ao outro é espectáculo suficiente".

Créditos - inspirado em Séneca

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:09

Da sabedoria

Terça-feira, 14.05.24

Todos os dias se revestem  para mim de uma enorme importância. Todos os dias procuro aprender algo, porque o prazer de aprender traz o prazer de ensinar, ou de transmitir a minha aprendizagem. E nada, por muito elevado e proveitoso que seja, alguma vez me deleitará se guardar apenas para mim o seu conhecimento. Se a sabedoria só me for concedida na condição de a guardar para mim, sem a compartilhar, então rejeitá-la-ei: nenhum bem há cuja posse não partilhada dê satisfação. Mas  a sabedoria transmitida através dos conselhos é longa, mas através dos exemplos é curta e eficaz. Por os ensinamentos devem ser servidos de forma a que quem aprende não só aproveite a sabedoria de quem ensina, mas que também aproveite quem ensina: ambos são muitos úteis um ao outro.

Créditos - inspirado em Séneca

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:11

Dos defeitos de cada um

Terça-feira, 07.05.24

Verifico, que não apenas me estou corrigindo, antes me estou transfigurando. Não garanto, nem sequer espero, que nada já reste em mim sem necessitar de mudança! Como não hei-de eu ter muito que deva ser refreado, ou diminuído, ou elevado? Mas já é uma prova de que o espírito alcançou um degrau superior o facto de reconhecer os defeitos que até então permaneciam ignorados: já é motivo para felicitar certos doentes o facto de eles próprios se reconhecerem doentes.

Créditos- Séneca

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:35

Queres saber o que lucrei hoje?

Domingo, 28.04.24

"Queres saber o que lucrei hoje? Comecei a ser amigo de mim próprio." - Hecatão

Muito lucrou quem deste modo nunca está sozinho. Um tal amigo, fica sabendo, toda a gente o pode ter.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:53

O medo do passado e do futuro

Sábado, 27.04.24

À esperança segue-se o medo. Nem é de admirar que assim seja: ambos caracterizam um espírito hesitante, preocupado na expectativa do futuro. A causa principal de ambos é que não nos ligamos ao momento presente antes dirigimos o nosso pensamento para um momento distante e assim é, que a capacidade de prever, o melhor bem da condição humana, se vem a transformar num mal. Os animais  fogem aos perigos que vêem, mas assim que fugiram recobram a segurança. Nós tanto nos torturamos com o futuro como com o passado. Muitos dos nossos bens acabam por ser nocivos: a memória reactualiza a tortura do medo, a previsão antecipa-a; apenas com o presente ninguém pode ser infeliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:36

Percam as ilusões..

Terça-feira, 16.04.24

Percam as ilusões...Deus não ama ninguém.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:03

Métrica

Segunda-feira, 15.04.24

Como uma sombra feita com a

métrica da espuma,

a vida é uma mitologia

debruçada sobre as flores

dos nenúfares.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:36

Dificuldades

Quinta-feira, 11.04.24

Porque é que é tão difícil amar os outros?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:38

Olhem para estes supérfluos!

Terça-feira, 09.04.24

O Estado é o lugar onde todos se intoxicam, bons e maus; onde todos se perdem, bons e maus;  onde o lento  suicídio de todos se chama «vida».

Olhem para estes supérfluos! Estão sempre doentes, a vomitar a sua bílis e chamam a isso jornais. Devoram-se uns aos outros e nem sequer chegam a digerir-se.

Olhem para estes supérfluos! Adquirem riquezas  e com elas apenas se tornam mais pobres.Querem o poder, e primeiro que tudo a alavanca do poder, muito dinheiro - esses impotentes!

Vejam-nos trepar, esses ágeis macacos. Trepam uns por cima dos outros e empurram-se mutuamente para o lodo e o abismo.

Todos querem aceder ao trono; é a sua loucura - como se a felicidade estivesse no trono. Muitas vezes é lama o que há no trono, e outras é o trono que está assente na lama.

Quereis sufocar na exalação das suas goelas e dos seus apetites ó irmãos? Parti antes as vidraças e saltai para fora.

Evitai esse odioso bafo! Evitai cair na idolatria desses supérfluos!

Ainda é possível uma vida livre para as almas grandes. Na verdade, quando se possui pouco também se é menos possuído. Louvada seja uma modesta pobreza.

Onde acaba o Estado começa o homem que não é supérfluo; onde acaba o Estado começa o arco-íris e as pontes que levam ao Super-Homem! Não o distinguis irmãos?

Assim falava Zaratustra - Nietzsche

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:26

Silêncio

Sábado, 06.04.24

Com silêncio construo a minha casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Folhasdeluar às 07:52





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Maio 2024

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031